Argentina: Riscos e Oportunidades

A Argentina é uma das maiores economias da América Latina. Apresenta um ambiente de negócios tendencialmente favorável, boas infra-estruturas, uma mão-de-obra qualificada, podendo ser um bom destino para as empresas portuguesas. Porém, apresenta uma série de vulnerabilidades que a tornam um destino de algum risco.

A inflação permanece elevada (25,6% para 2017), assim como o desemprego (8,5% em 2016) e os níveis de corrupção. Trata-se do país com melhor desempenho na região em matéria de redução da pobreza e aumento da prosperidade partilhada, tendo actualmente o segundo PIB per capita mais elevado entre os países da América do Sul. Ainda assim, estima-se que cerca de 30% da população viva abaixo do limiar da pobreza.

A situação social do país é complicada. Desde que Maurício Macri assumiu o cargo, as tensões entre sindicatos e governo cresceram, fruto do programa de austeridade implementado, assim como as tensões entre as autoridades centrais e locais em virtude das novas políticas de distribuição das receitas fiscais para as províncias. A situação já se estendeu às ruas, com greves e paralisações a ameaçarem alguns sectores da economia.

biodiesel-pumpApesar do desenvolvimento significativo dos serviços e da indústria ao longo dos últimos anos, esta ainda é uma economia dependente dos preços das matérias-primas agrícolas, principalmente tratando-se de soja. O país é o maior exportador e o 3º maior produtor mundial de produtos derivados de soja. Esta, assim como a cana-de-açúcar, é cultivada para a produção de biocombustíveis, sendo a Argentina o maior exportador e o 4º maior produtor de biodiesel do mundo.

A imprevisibilidade quanto à evolução da situação política e contextos recessivos em países vizinhos, com possíveis impactos na economia argentina, é outro factor de risco a ponderar.

Apesar das vulnerabilidades, o país apresenta um conjunto de pontos fortes que poderão traduzir-se em oportunidades de negócio.

Pela sua localização, a Argentina pode ser uma porta estratégica para outros mercados na região. Internamente, Buenos Aires é um dos pontos nevrálgicos da actividade comercial na América do Sul. Para exportadores e investidores, fruto da actual melhoria do ambiente de negócios no país, que conta já com 11 zonas francas, existem uma série de formatos de negócio disponíveis, bem como a hipótese de estabelecer parcerias que permitam um mais fácil acesso ao Mercosul.

A Argentina possui uma grande variedade de recursos naturais com enorme potencial de exploração: 53% de terras para cultivo; abundantes reservas de petróleo, gás, minerais e água; óptimas condições para o desenvolvimento de energia eólica, solar, hidroeléctrica e de biomassa. O sector das energias renováveis é, aliás, uma das áreas identificadas com potencial de negócios para as empresas portuguesas. Mas não só. A falta de investimentos ao longo dos últimos anos tem gerado oportunidades de investimento em quase todos os sectores estratégicos da economia e em quase todas as regiões do país. O governo tem identificadas necessidades de investimento no valor de 163 mil milhões de euros em áreas como as tecnologias, comunicações, agro-indústria e infra-estruturas rodo e ferroviárias.

Existem medidas de incentivo ao investimento nos sectores automóvel, software, audiovisual, biotecnologia, exploração de hidrocarbonetos, indústria extractiva e no sector florestal.

A tudo isto acresce a aposta cada vez mais forte da Argentina numa maior integração no comércio internacional. O novo Executivo vem tentando reforçar os laços comerciais com os seus principais parceiros económicos, aqui se destacando os EUA a e União Europeia, sendo que neste contexto foram reabertas as negociações para a parceria com o bloco comunitário.

 

OVERVIEW
RELAÇÕES COMERCIAIS COM PORTUGAL E OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO

Ser Associado da Câmara de Comércio significa fazer parte de uma instituição que foi pioneira do associativismo em Portugal.

 

Os nossos Associados dispõem do acesso, em exclusividade, a um conjunto de ferramentas facilitadoras da gestão e organização das respectivas empresas.