Colômbia: Relações com Portugal e oportunidades de negócio

A Colômbia é actualmente um mercado estratégico importante para as empresas portuguesas, demonstrado por uma diplomacia económica portuguesa orientada para o país e exercida de forma cada vez mais activa e ainda mais potenciada pelo Acordo de Livre Comércio com a União Europeia, em vigor desde Agosto de 2013.

O saldo da balança comercial entre Portugal e a Colômbia tem sido desfavorável ao nosso país com o valor das importações (186,8 milhões de euros) claramente acima do valor das exportações (35,7 milhões de euros). Assim foi no período entre Janeiro e Julho de 2015. Dados adicionais do INE relativos a este mesmo período, revelam uma taxa de crescimento das importações oriundas da Colômbia bem mais elevada do que a taxa relativa às exportações (82,9% vs 5,1% respectivamente) quando comparadas com igual período em 2014, principalmente devido a um aumento das importações de produtos agrícolas; matérias têxteis; metais comuns e calçado.

Ainda assim, não existe qualquer motivo para que Portugal não consiga subir na lista de fornecedores à Colômbia (40ª posição) e alargar a sua cota de mercado que em 2014 foi apenas de 0,16%. O sucessivo aumento do número de empresas a exportar para aquele país (de 138 em 2010 para 331 em 2014) vem apenas confirmar esta possibilidade.

As oportunidades de negócio neste mercado em afirmação não podem, por isso, escapar às empresas portuguesas. Em termos de exportações de bens essas oportunidades são particularmente visíveis nos sectores agrícola e de produtos alimentares, com destaque para o sector das conservas de peixe, caviar e sucedâneos; de máquinas e aparelhos, particularmente de nivelamento e escavação; do calçado e do vestuário, em especial tecidos com borracha ou fios de fibras sintéticas; da madeira e da cortiça; e do material e equipamento de transporte, onde se destacam carroçarias, veículos automóveis para o transporte de mais de 10 pessoas, bicicletas, partes e acessórios para tractores.

Ser Associado da Câmara de Comércio significa fazer parte de uma instituição que foi pioneira do associativismo em Portugal.

 

Os nossos Associados dispõem do acesso, em exclusividade, a um conjunto de ferramentas facilitadoras da gestão e organização das respectivas empresas.