África do Sul: Overview

A África do Sul é actualmente a segunda maior economia africana (sendo o primeiro lugar ocupado pelo Senegal), embora seja por todos reconhecida como a economia mais dinâmica e desenvolvida do continente, a mais industrializada e, com uma grande distância, a que tem um maior tecido empresarial.

A estas características acresce o facto de se tratar de um país com uma grande riqueza em recursos naturais. Antes de mais, é conhecido como sendo o maior produtor e exportador de ouro, platina e crómio. É também o quarto produtor mundial de diamantes e um dos grandes exportadores mundiais de carvão.

Apesar destes dados, a verdade é que os resultados da economia sul-africana têm-se revelado menos positivos. Nos últimos anos, os sucessivos governos têm sido incapazes de promover as reformas estruturais de que o país urgentemente carece. Entre os desafios mais urgentes a que urge dar solução, são de referir os constantes cortes de electricidade, afectando não apenas as famílias mas também a competitividade e a produção das empresas; a crescente desigualdade entre ricos e pobres; um desemprego em aumento e que afecta sobretudo a juventude – que também não tem recebido a formação necessária para a obtenção de um lugar de trabalho e, a corrupção e a criminalidade, que também têm crescido, agora muito marcada por actos de xenofobia.

Fruto destes problemas, os resultados económicos mais recentes estão longe daqueles alcançados nos anos em que o país crescia a um ritmo superior a 4% ao ano. Em 2014 a economia ficou-se por um crescimento de 1,5% e, embora se espere que a situação melhore ligeiramente durante o corrente ano, as previsões não vão muito acima dos 2%. Aliás, as mais recentes estatísticas referem que no primeiro trimestre do ano a economia cresceu apenas 1,3%, resultados considerados abaixo do que se esperava.

Para estes números muito contribuíram as constantes interrupções no fornecimento eléctrico, que afectaram a produção sobretudo no sector industrial (que é responsável por mais de 15% do PIB), os fracos resultados agrícolas, motivados sobretudo pela falta de chuva, a descida dos preços internacionais das matérias-primas e um clima de insegurança e de perturbações sociais (greves e manifestações dos mineiros) que estão a afectar o turismo.

FIND OUT MORE ABOUT OUR SERVICES!

 

For further informations contact us.

Media