Missão Empresarial ao Quénia e Tanzânia

Categoria
Missão Empresarial
Data
26 11 2022

Aproveite a oportunidade para fazer negócios no continente africano com a CCIP!

 

Missão Empresarial ao Quénia e Tanzânia

O Quénia tem uma economia baseada no mercado e é geralmente considerado o centro económico, comercial, financeiro e logístico da África Oriental. Com a base industrial mais forte da zona onde está inserido, o Quénia tem sido bem sucedido em atrair exportadores e investidores.

Muitas empresas estrangeiras têm tido sucesso ao investir no Quénia e a estabelecer operações regionais, aproveitando a localização estratégica do país, bem como a sua economia diversificada, a força de trabalho e empreendedora e o seu estatuto de centro económico regional.

Com uma população de cerca de 55 milhões de habitantes o Quénia é uma das maiores e mais diversificadas da África Subsariana. A economia do país assenta, sobretudo, no setor dos serviços e na agricultura, que representam 56,3% e 21,6% do PIB, respetivamente.

A estratégia do país centra-se no programa de desenvolvimento, Kenya Vision 2030. Os projetos a desenvolver dizem respeito a diversos setores, em especial as infraestruturas, energia, logística, modernização do setor público e financeiro, educação e TIC.

Nos últimos 20 anos, a economia queniana registou elevados níveis de crescimento e, mais recentemente, contabilizou uma média anual de 4,8% entre 2017 e 2019. Em 2020, o efeito da pandemia provocou uma contração de 0,3% (o que não sucedia desde 1992). O ano de 2021 assinalou uma forte recuperação de 6%. Para este ano perspetiva-se um crescimento de 4,5%.

A Tanzânia registou um forte crescimento nos últimos anos, com um crescimento médio de 6,5% na última década, graças a um elevado nível de exportações de recursos naturais, evolução do setor terciário e ao estabelecimento de um programa de liberalização. 

A Tanzânia foi uma das raras economias a não cair na recessão económica com a pandemia, graças às exportações de ouro e apenas a restrições sanitárias ligeiras. Espera-se que o crescimento económico aumente para 5,1% durante este ano e 5,5% em 2023 (FMI), apoiado pelo consumo privado.

O governo adotou um ambicioso plano de desenvolvimento (Tanzania Development Vision 2025) centrado no apoio ao sector privado, à industrialização e à criação de empregos. O seu objetivo é melhorar o clima empresarial através da melhoria das infraestruturas, facilitando o acesso ao financiamento e fazendo avançar o nível de educação.

Vários são os setores que estão em crescimento e que se podem traduzir em oportunidades para empresas portuguesas que desejem ter presença nestes mercados, tais como o sector de construção e imobiliário, o sector imobiliário, o setor de tecnologia, o setor de turismo, entre muitos outros.

 

QUEM DEVE INTEGRAR ESTA MISSÃO?

Esta missão empresarial multissetorial é destinada a todas as empresas portuguesas que pretendam exportar ou investir neste mercado.

 

QUAIS OS OBJETIVOS?

  • Conhecer o ambiente de negócios de ambos os mercados
  • Ter reuniões individuais de negócios com importadores/ distribuidores e/ou clientes finais no Quénia e/ou na Tanzânia de acordo com o perfil de cada participante
  • Conhecer os principais operadores do mercado no setor de cada empresa e a respetiva concorrência
  • Estabelecer contatos com os meios empresariais locais de cada mercado
  • Contatar com parceiros locais de referência

 

Programa

21 NOVEMBRO

Partida para Dar es Salaam

Reunião de briefing final para as agendas individuais

22 NOVEMBRO

Reuniões individuais de negócios em Dar es Salaam

23 NOVEMBRO

Reuniões individuais de negócios em Dar es Salaam

Partida para Nairobi

24 NOVEMBRO

Reuniões individuais de negócios em Nairobi

25 NOVEMBRO

Reuniões individuais de negócios em Nairobi

26 NOVEMBRO

Partida para Lisboa

 

Notas:

A realização desta missão poderá implicar um número mínimo de 7 empresas participantes.

Desistências comunicadas até dia 30 de outubro serão alvo de reembolso no valor de 25% do custo da participação.

Programa sujeito a alterações para melhor adequação de contactos

Para viajar para estes destinos é obrigatória a Vacina da Febre Amarela.

Se pretender que tratemos da parte logística inerente à participação nesta missão (voos, hotel, transferes, seguros) contacte-nos por favor.

 

COMO FAZER A INSCRIÇÃO?

1. Fazer a pré-inscrição através do formulário até dia 14 de outubro de 2022.

2. Envio da apresentação da empresa em inglês

3. Análise da viabilidade de negócios

4. Contacto da CCIP para validação de interesse

5. Pagamento do valor da inscrição

6. Construção da agenda

7. Viagem + Reuniões de negócio

 

O que está incluído?

  • Agendamento de um mínimo de 5 reuniões individuais de negócios com importadores/ distribuidores e/ou clientes finais em cada um dos mercados (Quénia e Tanzânia) de acordo com o perfil de cada participante.
  • Atividades no âmbito do programa (refeições não incluídas)
  • Acompanhamento de um membro da Câmara de Comércio e/ou de um parceiro local durante a missão. 

  

 

Faça aqui a sua pré-inscrição

Investimento Quénia Tanzânia

organizacao-ccip-cgd

 

O que dizem os participantes em Missões Empresariais CCIP?

"A abertura e desenvolvimento de mercados internacionais constitui, muitas vezes, desafios para os quais as empresas não estão inteiramente preparadas. A Câmara de Comércio tem aqui um papel realmente diferenciador por identificar e promover missões em mercados com grande potencial, além de suportar com informação e apoio logístico necessário para que os participantes possam manter o foco permanente naquele que é o verdadeiro objetivo da missão: angariar negócio!"

Francisco Luís
COO | Mocapor

 

Quer abordar este ou outro mercado num formato distinto?

Saiba mais sobre o serviço de consultoria individual da CCIP.
Agende reuniões B2B à medida da sua empresa. Quando e para onde quiser!

Fale connosco.

Departamento de Relações Internacionais
internacional@ccip.pt | +351 213 224 067

Venha fechar negócios num dos países com maior crescimento mundial 

 
 

Todas as datas

  • de 21 11 2022 a 26 11 2022

Ser Associado da Câmara de Comércio significa fazer parte de uma instituição que foi pioneira do associativismo em Portugal.

 

Os nossos Associados dispõem do acesso, em exclusividade, a um conjunto de ferramentas facilitadoras da gestão e organização das respectivas empresas.