Cazaquistão: Relações com Portugal e Oportunidades de Negócio

Durante muito tempo um mercado quase desconhecido para as empresas portuguesas, os operadores nacionais parecem começar a atentar às oportunidades oferecidas pelo mercado cazaque. O constante aumento do número de empresas nacionais a exportar para o país desde pelo menos 2010 é disso um claro reflexo, tendo passado de 24 nesse ano para 83 empresas em 2014.

Na mesma linha deverá ser entendido o aumento das exportações nacionais com destino ao Cazaquistão nos últimos seis anos de 1,6 milhões € em 2010 para 4,5 milhões € em 2014, o que representou uma subida de 36%. Quanto a 2015, dados relativos ao período de Janeiro a Novembro revelam um aumento na ordem dos 25% face a período homólogo de 2014. Ainda assim, o saldo da nossa balança comercial tem sido sempre negativo e assim permaneceu no último ano embora com algumas melhorias.

Com uma cota de 0,01% do total das exportações portuguesas, o Cazaquistão figura como o 112º cliente do nosso país, contrastando com a importância que tem enquanto fornecedor, ranking em que ocupa a 17ª posição. No entanto, dado o novo clima de negócios no país e em face das reformas em curso e planos projectados para o futuro muito próximo, as empresas nacionais não devem deixar de considerar o potencial do mercado cazaque nas suas estratégias de internacionalização.

São vários os nichos de mercado passíveis de serem explorados nomeadamente o sector turístico que está cada vez mais acentuado, o sector da construção em permanente crescimento, ou até mesmo o sector dos produtos alimentares (com especial destaque para os produtos agrícolas) materiais de construção, TIC e energia. O sector dos instrumentos de óptica e precisão e, mais ainda o dos plásticos e borrachas revelaram um crescimento exponencial pelo que especiais oportunidades poderão surgir nestes domínios.

Face ao enorme potencial de negócios e às oportunidades que oferece para as empresas portuguesas, a Câmara de Comércio vai organizar, nos dias 3 a 8 de Abril, uma missão empresarial a este mercado. Conheça o programa completo aqui!

Ser Associado da Câmara de Comércio significa fazer parte de uma instituição que foi pioneira do associativismo em Portugal.

 

Os nossos Associados dispõem do acesso, em exclusividade, a um conjunto de ferramentas facilitadoras da gestão e organização das respectivas empresas.