Suíça

País em destaque

 

O extraordinário ambiente de negócios que se vive no país, como atestam o 29º lugar no ranking do Doing Business Report 2014 e a permanência no 1º lugar no Global Competitiveness Index (GCI) relativo ao período de 2014-2015, não deverá escapar às empresas exportadoras portuguesas.

Há muito destino privilegiado da emigração portuguesa, a Suíça volta a despertar interesse por parte daqueles que procuram novas oportunidades fora do país. De acordo com dados do Observatório Federal de Estatística da Suíça, em 2013 foram mais de 15 mil os portugueses que abandonaram o país com destino à Suíça.

Os dados revelam também que, em 2013, Portugal figurou como a principal fonte de imigrantes que deram entrada na Confederação Helvética, juntando-se assim aos portugueses já presentes no território e que formam a 3ª maior comunidade de emigrantes a residir permanentemente no país, representando o importante mercado da saudade.

Apesar de este ser um mercado de dimensão relativamente diminuta com pouco menos de 8 milhões de consumidores, as vantagens são claras e os riscos reduzidos (país pertencente ao Grupo 0 da classificação de risco-país da OCDE, não sendo tão pouco aplicável o sistema de prémios mínimos no quadro da COSEC).

Verdadeiro líder em inovação, a Suíça é também a 20ª economia do mundo com o 4º maior PIB per capita (dados relativos a 2013 do GCI). O ambiente macroeconómico é um dos mais estáveis em todo o mundo, factor particularmente importante num quadro em que muitas economias vizinhas ainda se deparam com graves problemas macroeconómicos.

Aos elevados índices de competitividade acrescem excelentes infra-estruturas, um mercado financeiro extraordinariamente desenvolvido bem como um dos mais sólidos sistemas bancários em todo o mundo. A eficiência do mercado de trabalho, os altos níveis de produtividade e um sector empresarial altamente sofisticado são outros factores que caracterizam o ambiente de negócios no país.

A nível político a estabilidade e transparência marcam a história das instituições do país assim contribuindo para elevados níveis de confiança por parte dos investidores.

Mesmo não sendo um Estado-membro da UE, a economia suíça está altamente integrada com outras economias do espaço comunitário. Existem elevados níveis de interdependência a nível económico e comercial que poderão ser estrategicamente aproveitados pelas empresas interessadas em explorar as oportunidades oferecidas pelo mercado suíço.


Overview | Enquadramento Económico | Relações Comerciais e Oportunidades de Negócio

Ser Associado da Câmara de Comércio significa fazer parte de uma instituição que foi pioneira do associativismo em Portugal.

 

Os nossos Associados dispõem do acesso, em exclusividade, a um conjunto de ferramentas facilitadoras da gestão e organização das respectivas empresas.