Sardinhas: portugueses consomem menos mas as exportações aumentam

Entre 2012 e 2017, o consumo de sardinha caiu 63%, com uma queda de 10% só no último ano. Até Novembro, tinham sido consumidas 13 183 toneladas, menos 4 609 do que em 2015. Mas se o consumo nacional está em declínio, as vendas ao exterior estão em ascensão, com a sardinha portuguesa a entrar no prato em muitos países europeus. De 2015 a 2017 as exportações de sardinha nacional registaram um aumento de 28,6%. As conservas e os congelados lideram as vendas ao exterior, mas as sardinhas frescas começam também a fazer o seu caminho em segmentos de mercado mais pequenos, de gama alta, conquistando o nicho dos “mercados gourmets.”

Ser Associado da Câmara de Comércio significa fazer parte de uma instituição que foi pioneira do associativismo em Portugal.

 

Os nossos Associados dispõem do acesso, em exclusividade, a um conjunto de ferramentas facilitadoras da gestão e organização das respectivas empresas.