Formacao-Controlo-Financeiro-Destaque

Testar e medir para uma empresa sólida e rentável.

Quem não mede não controla, quem não controla não consegue gerir uma empresa. Isto torna difícil tomar decisões assertivas.

Você não consegue gerir o que não mede e não consegue melhorar o que não é testado!

Os nossos resultados são o reflexo da qualidade da informação que temos no momento de decisão, independentemente do departamento que está a tomar decisões.

É assim que começo este artigo, para o convidar a participar na formação que iremos realizar, em parceira com a CCIP, no dia 23 de fevereiro, sobre Controlo Financeiro 360º.

Uma das áreas que a formação irá abordar é “testar e medir” nas diferentes vertentes do seu negócio. Esta é uma estratégia simples, que pode ser aplicada em diferentes departamentos e que é crítica para a tomada de decisão e controlo de uma organização.

 

Porque é tão importante testar?

Sem nos apercebermos testamos tudo na nossa vida diariamente. Estamos constantemente a tomar decisões com base na informação que vamos observando.

Por exemplo, antes de comprarmos um carro novo realizamos um test drive. Acordar de manhã e verificar o tempo antes de escolher a roupa para o dia, também é uma forma de testar. Estamos sempre a fazê-lo, só não pensamos nisso.

No entanto, algumas empresas insistem em abraçar novas estratégias que podem ser caras, com pouca ou nenhuma ideia do resultado. É imperativo testar uma nova estratégia antes de investir a maior parte do orçamento. Pode ser uma estratégia ousada, inovadora, mas vamos encarar os factos, ninguém consegue ter a certeza sobre o resultado de uma estratégia se não a testar e medir primeiro.

 

Sugestão:

Comprometa apenas 10 a 15% do orçamento para uma nova estratégia e teste os resultados antes de massificar a estratégia.

Isto leva-nos a compreender o equilíbrio da frase “testar e medir”.

Não faz sentido testar uma estratégia e não se medir os resultados. Uma medição cuidada e uma análise dos resultados de uma estratégia em fase de testes vai fornecer muita informação necessária para ter em conta na tomada de decisão. Os resultados da medição vão quantificar o sucesso da estratégia em teste. Os resultados podem depois ser extrapolados para testar a solidez da estratégia.

 

Exemplo:

Um mailing de teste para 500 famílias produz 10 respostas. Cada resposta resulta numa venda média de 150€, com uma margem de 40%, o que significa 60€ de lucros por venda realizada, portanto 600€ de lucro no total (60€ X 10 respostas).

Vamos assumir que o custo total do envio do mailing é 1€ cada, ou, por outras palavras, 500€ no total. Então, a empresa apresentou um lucro líquido de 100€ (600€ - 500€).

Neste caso, testamos e medimos o impacto que pode vir a ter uma estratégia de Marketing quando massificada.

A verdade sobre testar e medir é que pode (e deve) ser aplicada em todas as áreas do seu negócio. Isto implica saber para onde quer ir e o que quer alcançar. E isso passa por saber onde esteve e onde pode vir a estar, testando e medindo todas as estratégias.

Não se esqueça, você não consegue gerir o que não mede e não consegue melhorar o que não é testado!

Saiba mais informações sobre a formação aqui.

 

Artigo de Hugo Monteiro | Coach Empresarial & Consultor & Formador

Saiba como fazer parte da rede da Câmara de Comércio

 

Torne-se nosso associado

 

Apresentação Câmara de Comércio