Bruno Bobone

Aos Associados da Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa,

 

Estamos todos a viver um momento sombrio, onde a apreensão e a incerteza invadem os nossos espíritos. A saúde de todos nós deve continuar a ser a prioridade.

Seguir as recomendações das autoridades de saúde é fundamental para salvaguardar a nossa e a saúde de todos – nunca é demais repetir.

Mas esta situação está a colocar também uma nuvem negra por cima de muitas das nossas empresas. Nestes tempos inéditos, o futuro da nossa economia está no limbo.

Ao contrário do que temos lido nas afirmações públicas dos vários responsáveis, o problema criado pelo surto do coronavírus é essencialmente financeiro, ainda mais do que económico. As empresas estão a sofrer, no imediato, uma pressão de tesouraria gigantesca.

Saibam que têm na Câmara de Comércio um parceiro incansável na persecução dos vossos superiores interesses e das empresas portuguesas. Faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para conter o máximo possível as consequências económicas e financeiras deste surto que irrompeu pelas nossas vidas.

A Direcção da Câmara de Comércio já se reuniu para definir a melhor estratégia para concretizar este objectivo, e vai propor uma série de medidas ao Governo para conter uma eventual sangria nas empresas portuguesas.

Tenhamos confiança de que a solidariedade, a perseverança e a união de todos serão capazes de ultrapassar todos os obstáculos que aparecerem no nosso caminho.

 

Bruno Bobone
Presidente da Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa

Saiba como fazer parte da rede da Câmara de Comércio

 

Torne-se nosso associado

 

Apresentação Câmara de Comércio