UE-mercosul-chegam-a-acordo

No passado dia 28 de Junho, a União Europeia (UE) e os países membros do Mercosul, a Argentina, o Brasil, o Paraguai e o Uruguai, concluíram as prolongadas negociações com vista a um importante acordo comercial.

O actual comércio bilateral da UE com o Mercosul ascende já a 88 mil milhões de euros por ano para as mercadorias e a 34 mil milhões de euros para os serviços. A UE exporta para o Mercosul bens no valor de 45 mil milhões de euros por ano e importa produtos do Mercosul com um valor quase idêntico, 43 mil milhões de euros.

No que se refere aos serviços, a UE exporta mais do dobro do que importa: 23 mil milhões de euros de serviços prestados por empresas da UE a clientes no Mercosul contra 11 mil milhões de euros em serviços prestados a clientes da UE por empresas dos países do Mercosul.

As empresas da UE irão beneficiar de um acesso privilegiado a um mercado de mais de 260 milhões de consumidores. Os exportadores da UE beneficiarão de reduções progressivas dos direitos aduaneiros que, ao longo do tempo, permitirão às empresas europeias realizar economias anuais superiores a 4 mil milhões de euros. (fonte Comissão Europeia)

Portugal é um dos países da UE que mais irá beneficiar com a entrada em vigor deste acordo comercial. Em 2018 as exportações portuguesas de mercadorias, para os países que integram o Mercosul, totalizaram 943,25 milhões de euros, com destaque para o Brasil que foi o principal mercado, com as exportações portuguesas a atingirem 809,7 milhões de euros.

Com a entrada em vigor deste acordo abrem-se novas perspectivas e oportunidades para as empresas portuguesas.

Obtenha mais informações sobre o acordo UE-Mercosul no site da Comissão Europeia.

Saiba como fazer parte da rede da Câmara de Comércio

 

Torne-se nosso associado

 

Apresentação Câmara de Comércio