diversificar-mercados

“A economia global está a arrefecer; deparamo-nos com uma crise comercial de dimensão ainda desconhecida, mas já preocupante; a confortável acalmia dos mercados que permitiu um crescimento sustentado nos últimos anos está periclitante”, explica Bruno Bobone no artigo do seu blogue.

O proteccionismo dos EUA e da China, as incertezas relativas ao Brexit e a crescente vaga de populismo em território europeu, são alguns dos factores que, a par com o abrandamento das exportações portuguesas em 2018, têm servido de alerta para a necessidade das empresas apostarem em mercados alternativos.

“Não quer isto dizer que devamos descurar os mercados tradicionais, que exigirão até um maior esforço promocional dos nossos produtos, pois eles continuarão a ter um peso decisivo nas vendas totais. Contudo, devemos sim investir na busca de novas geografias onde a procura seja agora mais forte e suficientemente atrativa.” refere o Presidente da CCIP, salientando que também há resultados positivos.

 

Leia o artigo completo aqui

 

Saiba como fazer parte da rede da Câmara de Comércio

 

Torne-se nosso associado

 

Apresentação Câmara de Comércio