AHO

 

A Câmara de Comércio comemorou mais um ano de actividade com um almoço-debate com o convidado de honra, António Horta Osório, CEO do Lloyds Banking Group. Bruno Bobone, Presidente da Câmara de Comércio, deu as boas-vindas a esta referência na economia nacional e internacional, que falou para os cerca de 200 empresários que encheram o Salão Nobre da Câmara de Comércio.

Almoco debate AHO


O CEO do Lloyds, no discurso sobre a conjuntura económica portuguesa, afirmou que “o país registou progressos notáveis, tem o défice externo equilibrado e o défice público relativamente equilibrado. Mas ainda precisa de reduzir a dívida, com as apostas certas, e tomando decisões a nível do futuro da população”. Sublinhou ainda a urgência de criar um plano a médio-prazo para baixar o endividamento, sugerindo que Portugal deve apostar na educação e na atracção de investimento estrangeiro. As políticas de imigração inteligentes, sem esquecer a problemática da população, foram também um tema reforçado por António Horta Osório, referindo casos bem-sucedidos como o de Singapura, Canadá e Austrália.

Almoco debate AHO2


António Horta Osório alertou ainda para a situação do crédito malparado dos bancos portugueses, que representa 106% do seu capital próprio – um motivo apontado frequentemente pelas agências de ‘rating’ para justificar uma das causas da baixa notação atribuída a Portugal. Afirmou também que a situação da solvência melhorou significativamente, mas ressalva que “falta tratar dos NPL (Non Performing Loans). O NPL deve ser reciclado, para que estes activos sejam vendidos a quem melhor sabe tomar conta deles, gerando algum crescimento económico e libertando capital para quem precisa. Temos um rácio elevadíssimo de NPL, que são a quase totalidade dos capitais próprios dos bancos. E isto é muito importante que se resolva rapidamente”

O líder do Lloyds Banking Group, e que salvou o maior banco inglês, terminou o seu discurso no almoço-debate da Câmara de Comércio reforçando a necessidade das reformas no investimento produtivo e a diminuição das elevadas rendas de energia.


Fotografia de capa de: Jornal Económico

23-06-2017


Saiba o que foi dito na imprensa sobre esta iniciativa em :

Dinheiro Vivo https://www.dinheirovivo.pt/banca/horta-osorio/ 

ECO https://eco.pt/2017/06/22/horta-osorio-malparado-tem-de-ser-reciclado-e-vendido/ 

Jornal Económico http://www.jornaleconomico.sapo.pt/noticias/antonio-horta-osorio-apela-a-politicas-de-imigracao-inteligentes-173768 

Jornal de Negócios http://www.jornaldenegocios.pt/empresas/banca---financas/detalhe/horta-osorio-credito-malparado-e-principal-problema-da-banca-portuguesa 

RTP https://www.rtp.pt/noticias/economia/horta-osorio-diz-que-credito-malparado-e-principal-problema-da-banca-portuguesa_n1009802 

RTP https://www.rtp.pt/noticias/economia/horta-osorio-defende-um-plano-para-reduzir-divida-publica-que-envolva-toda-a-sociedade_n1009818 

Notícias ao Minuto https://www.noticiasaominuto.com/economia/818712/credito-malparado-e-principal-problema-da-banca-portuguesa

Saiba como fazer parte da rede da Câmara de Comércio

 

Torne-se nosso associado

 

Apresentação Câmara de Comércio