noticia Acordo UniãoEuropeia

A Eurochambres – Associação Europeia das Câmaras de Comércio e o Conselho das Câmaras de Comércio do Mercosul manifestaram publicamente, em declaração conjunta, o seu apoio à assinatura do Acordo entre os dois blocos regionais para que este entre em vigor com a maior brevidade possível.

O comércio bilateral da UE com o Mercosul – Argentina, Brasil, Uruguai e Paraguai - ascendeu a 68,7mil milhões de euros em 2020, e este Acordo irá trazer resultados expressivos para as economias envolvidas e em especial para o comércio e investimento bilateral. A UE exportou para o Mercosul mercadorias no valor de 35,5 mil milhões de euros e importou produtos do Mercosul com um valor quase idêntico, 33,1 mil milhões de euros.

A entrada em vigor de um acordo de comércio entre a União Europeia e o Mercosul, permitirá às empresas da UE beneficiar de um acesso privilegiado a um mercado de mais de 260 milhões de consumidores. Os exportadores da UE beneficiarão de reduções progressivas dos direitos aduaneiros que, ao longo do tempo, permitirão às empresas europeias realizar economias anuais superiores a 4 mil milhões de euros. (fonte Comissão Europeia)

Portugal é um dos países da UE que mais irá beneficiar com a entrada em vigor deste acordo comercial. Em 2020 as exportações portuguesas de bens para os países que integram o Mercosul, totalizaram 1.117,4 milhões de euros, com destaque para o Brasil que foi o principal mercado, com as exportações portuguesas a atingirem 781,2 milhões de euros.

Com a entrada em vigor deste acordo abrem-se novas perspectivas e oportunidades para as empresas portuguesas.

Mais informações sobre o acordo UE-Mercosul poderão ser obtidas na página da Comissão Europeia, através deste link.

Conheça aqui a Declaração Conjunta da Eurochambres e do Conselho de Câmaras de Comércio do Mercosul

Saiba como fazer parte da rede da Câmara de Comércio

 

Torne-se nosso associado

 

Apresentação Câmara de Comércio